29 de agosto de 2014

Tudo, menos fofo.

Não é possível que exista homem no mundo que gosta de ser chamado de fofo. Essa palavra degrada a moral de qualquer um. É a típica ação sem reação. Não há maneiras de se defender. Você se sente impossibilitado de se proteger de tamanha injúria. A palavra que traz consigo imensa frustração é simplesmente jogada na sua cara, normalmente com trejeitos dóceis. Você controla desesperadamente o desabafo que está preso no peito, louco para dizer:

26 de agosto de 2014

O primeiro debate só para esquentar

O debate na Band, categoricamente, mostrou o perfil de cada candidato. A começar pelo Pastor Everaldo que defendeu a ideia e implementar o estado mínimo e se coloca como um Cristão de direita. De certo o pastor não leu a passagem na bíblia em que Jesus expulsa os vendilhões do templo de Jerusalém acusando-os de profanar com atividades comerciais em um local sagrado.

24 de agosto de 2014

O Jornalismo Salvador

O jornalismo praticado por Willian Bonner é muito eficiente. Ele segue, categoricamente, o roteiro pré-estipulado. Nem todo telespectador sabe qual a real conduta de um jornalista. Não existe manual de prevenção a manipulação midiática. A promoção do caos é mais interessante que o mecanismo da solução. O discurso que segue essa linha abdica da defesa dos povos. O discurso que segue essa linha, alinha com a alienação. Bonner, o defensor dos fracos e oprimidos. É um recurso de muito sucesso. Mas nem tanto. Um âncora com o único objetivo de afundar o entrevistado. Não extrair suas ideias. Apenas colocá-lo nanico, temente, no canto. Não permitir a elucidação de eleitores abstrusos.

18 de agosto de 2014

A entrevista maldita


“Essa entrevista é uma farsa. Não sei porque ainda esperava algo diferente. Achei que o ‘pegar pesado’ do âncora fosse sair um pouco mais desafiador, mas foi esperança demais.”  Essa frase está gravado em um Whatsup enviado para sua querida namorada Fátima.

12 de agosto de 2014

Xiitas do Facebook


Não tenho dúvidas que boa parte da juventude não quer saber desse infindável embate entre tucanos e petistas nas redes sociais. Simplesmente porque odeiam política, e esse ódio tem se proliferado com o excesso de postagens sobre o tema no Face.

1 de agosto de 2014

Futebol é programação


O caso de amor do brasileiro com o futebol é uma relação de dominação. Quem controla o joguinho é conhecido como Rede Globo. O nome faz sentido! Rede da trave, Globo de Bola, chutou, bateu, é gol do Marinho, centroavante do Esporte Clube Sonegação, uma verdadeira seleção familiar na TV Brasileira.

14 de julho de 2014

Poema: Na vitória e na derrota

Eu amo futebol, 
sempre quis ser jogador, 
acompanho diariamente como convicto torcedor. 
Sim! Também luto pelo país. 
Militante eufórico nas vitórias, 
triste nas derrotas, 
Faço como sempre fiz.

7 de julho de 2014

Quanto Custa?

Enquanto isso na loja de sentimentos a mulher desesperada:

- Mais amor, por favor!
- Só me restam dois modelos.
- Quais são?
- O amor que custa mais caro e vem com o kit segurança.
- Mas o que é esse kit segurança?
- Basicamente (carro, casa e cartões gold)
- E o outro?
- O outro é bem baratinho, custa apenas uma demonstração de carinho.
- vem com algum kit?
- Sim, todos vem, no caso desse vem com: coletivismo, humanismo e solidariedade.
- Nossa, esse é ótimo, mas não enche barriga, por isso que está tão barato.
- Senhora, aqui não é lanchonete!
- Tudo bem, mas esse é antiquado, me vê o primeiro mesmo!
- Quanto custa?
- Sua felicidade.

SARAU como política pública


Roda de conversa "Sarau como Política Pública"
 Dia 16 de julho às 19h no Condô 
Inscrições pelo goo.gl/gjPztm
Evento gratuito _ produção Lab.E




3 de julho de 2014

Fragmentos





Egoísta


Se a bola é sua, leva ela embora e não amola,

a gente embola a sacola e volta pra rua,

dá olézinho meia-lua e avança,
enquanto você, egoísta, recua.

-----



Exposição


Curtida de gente enxerida?

Não existe truque no Facebook,

é só postar os problemas da sua vida.

----

Vazio


Eu devo ser uma porcaria, 
porque a TV me diz que se comprasse as coisas que ela indica, 
eu melhoraria!


---



Epicuro


Temer a morte não vou? 

Se estou ela não está, 

se ela está eu não estou!

---


Sigo

Eu ando por onde nem sei 
 a base de dor e sorriso. 
Passo por onde parei 
e sigo pra onde preciso.